Fato é que por vezes temos alguns mitos que foram incutidos em nossa mente seja por representar a crença popular sobre um determinado assunto (como o leite com manga) ou por nossos pais e avós nunca terem passado por um determinado problema e verem isso como certo e por isso devemos tomar a mesma atitude. Alguns pensamentos inseridos em nosso subconsciente nem sempre são verdadeiros e exprimem a melhor forma de se trabalhar em finanças pessoais, como a questão de vários cartões de crédito, ou até mesmo deixar o dinheiro separado do cônjuge, comprar uma casa ou aluga-la, entre diversas outras coisas que sempre nos ensinaram que eram erradas.

  1. Pagar dívidas com o juros maior primeiro

Por pior que isso possa parecer, e em contrassenso estudos mostram que pagar as dívidas com o juros menor primeiro tende a ser mais animador e nos dão maior força para pagarmos as dívidas com maiores parcelas e juros. s reactions person interest ofi GIF

Apesar de não parecer o mais esperto a se fazer, os estudos mostram que as pessoas ficam mais motivadas quando penas dívidas somem de suas finanças pessoais.

  1. Alugar ao invés de comprar

Apesar de alguns especialistas em finanças sempre dizerem aos quatro cantos do mundo que é melhor comprar do que alugar, e que o aluguel por sua vez é um desperdício de dinheiro, isso pode ser um pensamento incorreto em algumas situações.

Esse pensamento entre comprar e alugar deve ser bem analisado quando se é jovem, pois o jovem ainda tem várias opções a passar ao longo da vida, e se ele tiver com uma casa comprada isso pode limitar um pouco as opções como mudanças de cidades e por conta de sua profissão.

  1. Ter múltiplos cartões de crédito

O senso diz que quanto maior a nossa quantidade de cartões de crédito, maior a nossa propensão ao gasto. Mas por mais estranho que possa parecer uma carteira cheira de cartões de crédito pode ser uma boa pedida, desde que pague a fatura completa ao final do mês.E uma cilada Bino

De acordo com estudiosos no assunto, se você tiver apenas um cartão de crédito sua pontuação ou escore pode ser comprometido, graças a uma coisa chamada de rateio de utilização, que significa, o quando do seu crédito está sendo utilizado e quanto está disponível. Pessoas que estão em boa forma mantem as suas utilização até 50% do limite total, ou 30%, mas de fato deve sempre estar abaixo dos 10%.

E você concorda com esse senso comum? Qual deles vocês seguem e quais não concordam? deixe sua opinião no POST.

0 comentários