A contabilidade tributária — que, muitas vezes, é chamada também de contabilidade fiscal  é o conjunto de ações, técnicas e procedimentos para o gerenciamento dos impostos que uma empresa deve pagar.

A alta carga tributária é considerada por muitos especialistas como uma das responsáveis pela alta mortalidade das empresas no Brasil. Mas, além dos valores, a complexidade do sistema de impostos no país também é muito alta.

Por essa razão, existem dúvidas de sobra quando o assunto é contabilidade tributária. O objetivo deste artigo é explicar algumas dessas dúvidas e contar mais sobre o porquê de essa área ser tão importante. Confira!

As responsabilidades da contabilidade tributária

Pior que ter que pagar impostos muito altos é ser pego de surpresa por eles. Apesar de ser uma questão básica na administração de um negócio, muitas vezes algumas empresas encontram dificuldades até em saber em qual modalidade de tributação elas estão inseridas.

Isso acontece especialmente em empresas com menos de um ano de existência, que ainda não passaram pelo ritual dos impostos ou não entenderam suas obrigações para com a Receita Federal. Esse erro pode ser fatal: se os impostos não forem pagos, multas e juros incidirão sobre eles.

A contabilidade tributária existe para ajudar a empresa a entender quais impostos ela deve pagar e quais serão os valores deles. Isso é realizado com antecedência, permitindo que os gestores encaixem no seu planejamento o peso dos tributos, evitando sustos e problemas com a Receita.

Como é feito o trabalho da contabilidade tributária

Independentemente do tipo, do porte ou do segmento de atuação de uma empresa, é preciso saber qual a modalidade de tributação em que ela está inserida: Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional.

Descobrir isso é a responsabilidade primária da contabilidade tributária e, também, essa informação é o que vai pautar o restante do trabalho dessa área.

Mesmo em uma empresa enquadrada no Simples Nacional, que é a modalidade menos complexa, ainda é preciso lidar com um contador, que registre diariamente todas informações sobre recebimentos, pagamentos e outros dados referentes ao saldo atual e futuro da organização.

Esse profissional também vai conferir as contas regularmente e elaborar um balanço contábil. O objetivo disso é ter todas as informações verdadeiras sobre as finanças da empresa, o que vai fazer com que os impostos cobrados sejam justos e corretos, do ponto de vista da legislação.

Muitas empresas acabam pagando mais impostos do que deveriam porque são cometidos erros na contabilidade, incluindo falhas na hora de se optar pelo regime tributário mais vantajoso.

Inteligência fiscal associada à contabilidade tributária

Sonegar impostos é um crime com punições pesadas para as pessoas e os negócios envolvidos, além de ser uma ação errada também do ponto de vista moral e ético.

Mas existem meios dentro da legalidade que permitem que uma empresa pague menos impostos. Com as informações coletadas pela contabilidade fiscal, é possível, em primeiro lugar, determinar o valor certo e justo para os impostos da empresa.

Essas informações também permitem visualizar com clareza quais os fatores que estão colaborando mais para um valor de imposto alto e, com base neles, determinar ações para reduzir esse gasto.

Os gestores de uma empresa podem, por exemplo, reduzir seu pró-labore e implantar a distribuição de lucros isentos para pagar menos impostos sobre os mesmos valores, por exemplo.

E, em alguns casos mais dramáticos, pode valer a pena dividir a estrutura de um negócio em mais de uma empresa, reduzindo alíquotas que fiquem maiores com o crescimento do porte e dos volumes financeiros da organização.

Ficou alguma dúvida sobre o que é a contabilidade tributária e quais suas atribuições? Conte nos comentários!