Fazer o controle de suas finanças é uma tarefa difícil, não é mesmo? É por isso que, cada vez mais, as pessoas estão buscando alternativas para vencerem esse desafio, que é equilibrar os gastos mensais e, ainda assim, conseguir guardar dinheiro para investir na realização de seus sonhos.

É importante que você saiba que, por menor que seja o valor que consegue juntar no final do mês, é possível encontrar uma modalidade de investimento que valorize o seu dinheiro e gere bons rendimentos.

Mas, para que isso aconteça e você possa fazer um planejamento financeiro, o primeiro passo é entender qual é o seu perfil de investidor.

A identificação desse perfil é fundamental para que as aplicações financeiras sejam feitas de forma mais segura. Essa definição depende de uma combinação de fatores relacionados à personalidade, aos objetivos e à forma como o investidor encara os acontecimentos e a exposição aos riscos.

Para ajudá-lo nesse entendimento, listamos, a seguir, os perfis de investidor e quais as aplicações financeiras indicadas para cada um deles.

Conservador

O investidor do tipo conservador é aquele que deseja evitar riscos. Por essa razão, faz investimentos prezando pelo máximo de segurança e liquidez, mesmo que isso signifique um retorno menor.

Normalmente, essa é a classificação que se aplica aos investidores iniciantes, que têm objetivos de curto e médio prazo, e não querem comprometer seu patrimônio. Para isso, as pessoas de perfil conservador investem até 90% de seu capital em renda fixa.

Fundos de renda fixa

Os títulos de renda fixa funcionam como um empréstimo que você faz ao emissor, que pode ser um banco, uma empresa ou o Governo. Em períodos definidos, eles pagam uma certa remuneração, que pode ser definida no momento da aplicação ou no momento do resgate, o que os torna mais seguros e previsíveis.

Entre os investimentos de renda fixa, uma boa opção é a aquisição de títulos do Tesouro Direto.

Tesouro Direto

Esse é um investimento muito seguro, pois é 100% garantido pelo Tesouro Nacional, o qual disponibiliza em seu site as informações sobre as aplicações, o que é excelente para aqueles que gostam de ter o controle sobre seus investimentos.

Os títulos públicos apresentam baixo risco, acessibilidade, boa rentabilidade e liquidez diária, o que os tornam muito vantajosos, especialmente para quem tem perfil conservador.

Moderado

Os investidores moderados, apesar de também prezarem pela segurança e previsibilidade ao aplicarem seu dinheiro, estão dispostos a assumir riscos um pouco maiores para conquistar mais rentabilidade.

Esses investidores podem ter objetivos de curto, médio e longo prazo, e buscam diversificar seus investimentos, mesclando entre renda fixa e renda variável. Entre as principais escolhas do investidor moderado, estão os CDB e as LCI.

CDB

CDB (certificado de depósito bancário) é um títulos emitidos por bancos e instituições financeiras. Na prática, funciona como um empréstimo ao banco, em troca de uma rentabilidade diária.

Essa aplicação é garantida pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até o valor de R$ 250 mil. Sobre os rendimentos, há cobrança de IOF e imposto de renda, mas não há taxa de administração.

As taxas de rendimento podem ser pré ou pós-fixadas ou atreladas ao CDI, que costuma acompanhar a taxa básica de juros (Selic).

LCI

As Letras de Crédito Imobiliário são títulos emitidos por instituições financeiras baseadas no mercado imobiliário. Uma grande vantagem desse investimento é que ele é isento de Imposto de Renda, o que o torna muito atrativo.

As LCI também são protegidas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) e seus investimentos aliam boa rentabilidade e baixo nível de risco.

Arrojado

O investidor com perfil arrojado ainda leva em conta os riscos, mas está disposto a assumi-los, pois seu objetivo é a maximização dos rendimentos.

O indivíduo com esse perfil entende que as oscilações do mercado no curto prazo são importantes e espera aproveitar lucros mais altos no médio e no longo prazo.

Por ter condições e ambição para buscar ganhos mais expressivos, diversifica seus investimentos e aposta menos na renda fixa, priorizando a participação na renda variável, como as ações.

Ações

As ações, que são pequenas cotas do patrimônio de uma empresa, são investimentos de renda variável.

Para começar a investir, não é preciso ter muito dinheiro, mas você deve entender que ele será aplicado no longo prazo. As ações são investimentos de risco, pois podem sofrer variações no valor da aplicação e têm potencial de boa rentabilidade no futuro.

Agressivo

O investidor agressivo é ousado e busca o máximo de rentabilidade. Ele é tolerante aos riscos e faz seu gerenciamento com o objetivo de aumentar seu patrimônio a longo prazo.

Esse investidor até pode ter algum valor investido em renda fixa, para fazer a proteção de seu capital, mas a maior parte de seus investimentos é em renda variável, objetivando grandes retornos. 

Fundos multimercados 

Os fundos multimercados costumam ser a aposta dos investidores agressivos, pois podem mesclar investimentos em diversos ativos, como ações, renda fixa, câmbio e derivativos (contratos com vencimento futuro), o que reduz os riscos e maximiza os rendimentos.

Esses fundos são flexíveis e amplos, podendo alcançar qualquer oportunidade interessante para o gestor, pois direcionam a atuação de acordo com as especificidades de cada ativo e com o momento econômico.

Descobrir o perfil dos investidores faz parte das Instruções da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), que determina que todas as Instituições Financeiras, ou que trabalhem com investimentos, devem aplicar a seus clientes um questionário conhecido como API, ou Análise de Perfil do Investidor.

Conhecer seu perfil de investidor, portanto, é fundamental para que você possa aplicar seu dinheiro com mais consciência e segurança, de forma alinhada aos seus objetivos.

E se você quer melhorar a gestão de suas finanças, não pode deixar de aproveitar as vantagens que a tecnologia oferece. O uso de um aplicativo para gestão financeira é uma excelente alternativa para ajudá-lo a controlar melhor seus gastos, para poder investir seu dinheiro e realizar seus sonhos e objetivos.

Este post sobre o perfil de investidor foi útil para você? Está disposto a fazer um bom planejamento e ter um maior controle financeiro? Então assine a nossa newsletter e mantenha-se informado sobre as melhores dicas para melhorar a sua educação financeira.